terça-feira, 12 de maio de 2009

Amar é tanta coisa

Amar é tanta coisa.
Hoje, para mim, é perceber
Que o cheiro da pessoa amada não é só um perfume no frasco
Nem só o suor bruto do corpo
Nem só o desodorante diário
É cheiro do corpo, cheiro da pele
Que fica no nosso corpo depois do amor
Que fica na nossa pele, um pouco de outra pele.

Hoje o amor é isso pra mim
É uma camiseta branca no chão do quarto
Que instintivamente botei na cara
E senti, com todo o ar dos pulmões
O cheiro do homem que amo.
Uma lágrima gorda ficou no parapeito dos olhos
Três batidas rápidas no coração
E a saudade mais bonita.

O amor pra mim está definido por hoje
É um pouco de perfume,
Um desodorante
Um pouco de suor
Pele
Um dia
Uma vida de saudade.

7 comentários:

Leila disse...

aiaiaiaaaaaaaaiiiiiiii q vc me mata de intensidade!!

Elka Waideman disse...

morremos juntas, então!


rs

marlene disse...

Minha nossa... bota intensidade nisso!
Adorei a construção :
"Uma lágrima gorda ficou no parapeito dos olhos
Três batidas rápidas no coração
E a saudade mais bonita."

Anônimo disse...

Pode ser um retrato na parede estampando um lago imaginário.

vera disse...

Que emoção te ver escrevendo como mulher, com tanto sentimento e poesia!

Elka Waideman disse...

Ai que delícia Vera!!!
te ver aqui no meu cantinho e receber poesia tão bonita no orkut!

comigo fica um pedacinho de ti!

beijossss

Ju disse...

Todo mundo pode escrever poesia, mas só alguns valem a pena!!!